Isca!

En destaque

Perante o despejo do CSOA Escárnio e Maldizer, resistência!

Desde Isca! queremos amosar o nosso rejeitamento ao despejo do Centro Social Okupado Autogerido Escárnio e Maldizer na manhá do passado 30 de maio, acompanhado dum despregamento policial injustificado e injustificável. O CSOA Escárnio e Maldizer reviveu um edifício abandonado na cidade monumental fazendo deste um espaço cultural cheio de vida e actividades de balde. A própria vizinhança valorava positivamente a revitalizaçom da zona graças ao CSOA e assegurou terem mantido sempre umha boa convivência.

A brutalidade policial ejercida sobre das pessoas que saimos às ruas apoiarmos às companheiras do Centro Social foi total, chegando a deixar inconsciente umha pessoa na primeira carga contra as manifestantes que, posteriormente, seria arrastada até o furgom policial e finalmente detida. Desde Isca! manifestamos a nossa solidariedade com as companheiras agredidas e mais o companheiro militante da organizaçom juvenil Briga que, após ser atendido polo serviço médico e de passar a noite em prisom preventiva, foi acusado de desordem público e atentado contra a autoridade. À luz dos acontecimentos, entendemos que nom cometeu delito algum e exigimos a sua absolviçom. Estas atuaçons desproporcionadas tenhem umha clara intençom repressora, polo que desde a nossa organizaçom condenamos e desprezamos a inadmissível atuaçom das forças policiais espanholas.

Porém, a respeito da tentativa repressora das forças do Estado Espanhol ao dia seguinte as ruas de Compostela respondêrom mais umha vez contra o despejo do CSOA Escárnio e Maldizer sem se deixarem amedrontar polos corpos policiais. Desde Isca! celebramos a resposta popular organizada e confiamos em que esta nom fique aqui.

Continuemos avante por 10, por 100, por 1000 centros sociais!

Difunde!